quando os refugiados eram portugueses
Projecto de Design de Comunicação V

Considerando a actual questão e discussão face à situação dos refugiados, o projecto tem como ponto de partida essa mesma condição de refugiado na sua relação com a memória. Visa, no entanto, transmitir uma compreensão dessa situação transversal, através da abordagem e chamada de atenção a uma realidade particular, que parece ser mais próxima — portugueses que face a um conjunto de circunstâncias regressaram a Portugal.

Com enfoque no período da descolonização, o intuito do projecto é mostrar que a memória colectiva acerca dos portugueses retornados das ex-colónias de África, após o 25 de Abril, não se limita ao que foi transmitido na esfera pública e tomado enquanto única verdade, mas que a memória individual de quem o viveu na primeira pessoa revela outra perspectiva da história. Para tal, pretende mostrar-se a dicotomia entre as memórias na primeira pessoa — através de testemunhos reais —, recuperando registos captados na época, que não chegaram a ser disseminados, e adicionando outros. Em contraste, as memórias de quem assistiu de fora a este acontecimento, através da apresentação de informações que eram difundidas pela opinião pública — nomeadamente artigos e manchetes dos jornais da época — que contribuíram para a construção de uma memória colectiva.

quandoosrefugiadoseramportugueses.wordpress.com

facebook.com/quandoosrefugiadoseramportugueses